Acesse rápidamente os nossos contatos

  • Matriz – Santa Efigenia
    Telefone : (31) 2126-0100
  • Barreiro
    Telefone : (31) 2115-8000
  • Barro Preto
    Telefone : (31) 3290-1271
  • Centro
    Telefone : (31) 2511-8675
  • Contagem – João Cesar
    Telefone : (31) 3351-0541
  • Funcionarios – Hosp. Urologica
    Telefone : (31) 2105-6526
  • Grupo São Paulo – Analyse Laboratorial
    Telefone : (31) 3651.5891
  • Jaboticatubas
    Telefone : (31) 3683-1474
  • Lourdes – Pro-Criar
    Telefone : (31) 2533-3832
  • Pampulha
    Telefone : (31) 3498-7675
  • Santa Luzia
    Telefone : (31) 3641-1252
  • Santa Luzia – Baronesa
    Telefone : (31) 3649-2015
  • SESI – Centro
    Telefone : (31) 3361-1652
  • Venda Nova
    Telefone : (31) 99115-2594 

Blog

Febre amarela volta a causar preocupação na população brasileira

Febre Amarela é uma doença infecciosa grave, causada por vírus e transmitida por mosquitos, tanto em áreas urbanas quanto silvestres. Em áreas florestais, os principais transmissores  são os mosquitos Haemagogus e o Sabethes. Para o enfrentamento da doença, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece gratuitamente a vacina por meio do Calendário Nacional de Vacinação nas Unidades Básicas de Saúde (também conhecida como Posto de Saúde). As vacinas são disponibilizadas, principalmente,  para as pessoas que moram ou vão viajar em área rural, silvestre ou de mata.

Em Minas Gerais, o último caso humano no qual a doença foi contraída dentro do estado (autóctone) de Febre Amarela silvestre, foi em 2009, no município de Ubá. Porém, no início de 2017, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) foi notificada sobre a ocorrência de casos suspeitos de febre hemorrágica, em municípios das regiões de Teófilo Otoni, Coronel Fabriciano, Manhumirim e Governador Valadares, com o registro de de morte de primatas decorrente da doença.

Fonte: Secretária de Estado de Saúde de MG.

Sintomas:

Dor de cabeça, febre, náuseas, olhos amarelados são alguns dos sintomas.

​ Fique atento. Informe-se.